O MARIDO

Um dos vértices do triângulo amoroso pressuposto pelo núcleo inicial do enredo.

Maltrata a mulher porque a despreza / porque é ciumento / porque tem prazer nisso.

Descobrindo-se enganado conspira para castigá-la / para castigar o Amante.

É implacável se enganado nos negócios obscuros que tem com outros, e com assumido prazer na crueldade da vingança.

Iniciou a Rapariga nas práticas sadomasoquistas e mantém-na cativa das sevícias que lhe inflige.

Trocou-a pela Outra Mulher porque a achava melhor / porque era a namorada do amante com quem a mulher o traía (e assim o meio de castigar ambos).

Não a trocou e encontra na partilha da Rapariga com a amiga uma suprema tentação.

As suas características podem fazer dele o verdugo que dá gosto odiar, mas também o tornam uma apetecível vítima.


voltar
Claim
Copyright info separador Projecto Multifilme separador contactos separador facebook